Guiricema, tera - 18 de maio de 2021

Prefeitura de Guiricema adquire medicamentos que não foram enviados pelo Estado

17 de fevereiro de 2020

A situação financeira do governo de Minas vem prejudicando muitas prefeituras do estado. Em Guiricema por exemplo, foi necessário a aquisição de medicamentos com recursos próprios do município, para não deixar faltar para a população.

Isso porque, o governo de Minas não realizou a entrega total dos medicamentos relativos ao último ciclo de distribuição de 2019. Assim, medicamentos básicos como furosemida, omeprazol, dentre outros, começaram a faltar para distribuição gratuita.

Segundo a farmacêutica responsável pela farmácia municipal, Maíra Oliveira de Souza Barbosa, a Prefeitura já paga pela compra dos ciclos de entrega, cabendo ao Estado apenas administrar e distribuir, seguindo as aquisições dos municípios, algo que não aconteceu neste último.

Para evitar prejuízos aos pacientes, o prefeito Ari Lucas juntamente com o Secretário de Saúde Gabriel Ruela, decidiu suprir a demanda com recursos municipais – um investimento de cerca de 15 mil reais nessa primeira aquisição.

Conforme prevê a legislação, foi realizada uma licitação e já houve a entrega dos itens adquiridos. A medida é uma importante ação para manter a distribuição gratuita de mais de 200 tipos de medicamentos, atendendo gratuitamente grande parte da população de Guiricema que é usuária do SUS, mesmo diante da constante inadimplência da Secretaria Estadual de Saúde.

Parabéns a todos os envolvidos, farmacêutica responsável, secretário e todos os servidores que atuaram em prol da população. “Medicamento é algo essencial para os pacientes e não podemos permitir a falta deles na farmácia. Vamos continuar trabalhando para cuidar da saúde do nosso povo”, destacou o prefeito Ari Lucas.

 



17 de fevereiro de 2020 - 09:16

Data da Última Modificação: 17 de fevereiro de 2020 - 09:16

Comments are closed.